Monthly Archives

fevereiro 2016

gamefication
Corporativo

Crise

O Brasil está passando por uma crise importante. Muito se tem falado sobre o assunto nos jornais, na TV, nas redes sociais, revistas e rodas de bate papo. Nesses momentos se ouve que toda crise também esconde uma oportunidade. Chega a ser um lugar comum.

De fato alguns conseguem sair da crise melhores e mais fortalecidos do que estavam inicialmente. Outros aproveitam o momento para fazer ajustes, mudanças. No entanto, a maior parte se retrai com medo do que irá acontecer em seguida. Isso acontece com pessoas comuns, com empresários e instituições.

Essa reflexão é dirigida ao mundo dos negócios. Normalmente o que se faz é diminuir custos e buscar estratégias para manter o fluxo de negócios, ou minimizar a sua queda. Perfeito. As estratégias podem envolver o uso da tecnologia, busca de novos conhecimentos, agregar valor ao produto, seduzir o cliente.

É importante lembrar que nesses momentos a tensão é muito grande entre os funcionários, que sentem a crise em suas casas, que temem por seus empregos e são pressionados por resultados. O stress é grande e, muitas vezes, gera conflitos no grupo, doenças chegando a interferir na produtividade.

Acreditando que a crise traz consigo também uma oportunidade, talvez esse seja o momento de investir na equipe. De que forma?

Investindo no bem estar, na integração do grupo, no desenvolvimento de suas potencialidades.

Investir no bem estar porque o stress pode chegar a intervir negativamente nos negócios. Mau humor, depressão, brigas, doenças psicossomáticas interferem diretamente na produtividade. Pode também afetar a qualidade do atendimento, tanto ao público externo, como ao público interno.

Investir na integração da equipe para que, mais do que nunca, todos possam estar unidos em prol do objetivo comum, colaborando uns com os outros, pensando o tempo todo como um time e buscando as melhores estratégias para ganhar o jogo.

Investir no desenvolvimento das potencialidades porque é nesse momento que a estrela de cada um tem que brilhar mais forte. O conhecimento, as qualidades, a experiência, tudo precisa estar à disposição para vencer a crise.

Ótimo. Mas como fazer isso?

Usando como ferramenta a Psicomotricidade Relacional que num setting diferenciado, com uma proposta inovadora trabalha todos esses aspectos.