Luiza Helena Rocha O Mais Importante Site
Comportamento, Geral, Infância, Reflexão

O MAIS IMPORTANTE DE TUDO

Este é o último artigo do mês das crianças. Nos artigos anteriores refleti sobre a infância, sua beleza, singularidade, sobre as preocupações dos pais, mas, acima de tudo, enfatizei a importância do brincar. Acredito que tenha ficado claro o papel que o brincar desempenha no desenvolvimento da criança.

Hoje quero falar de um momento de brincadeira que tem para criança uma relevância especial e que terá repercussões a longo prazo. Falo dos momentos de brincadeira vividos com o pai e com a mãe.

É muito, muito importante que os pais brinquem com seus filhos. De boneca, de carrinho, de princesa e super-herói, dentro de casa e ao ar livre. Que possam entrar no mundo da fantasia e assumir os mais variados papéis, seja de mocinho ou de vilão, de filho, de aluno, do que a imaginação da criança precisar.

Esses são momentos especiais! Nesse brincar os laços afetivos se fortalecem e se estreitam, e é isso que vai dar sustentação aos momentos de dar limites, de ensinar coisas que os filhos precisarão para vida. São os laços construídos nessa fase que permitirão que os embates da adolescência aconteçam de forma saudável e sem rupturas.

Brincar com o filho é o melhor investimento que os pais podem fazer. Mas esse brincar exige presença. É preciso estar com a criança de verdade, por inteiro. Nesse momento precioso o celular deve estar desligado, é preciso estar desconectado das mídias sociais. Seu filho merece e precisa de sua atenção.

Muitos falam do “tempo de qualidade” que têm com os filhos. Que bom, mas não é suficiente. Eles precisam de quantidade também! Eles precisam sentir que são importantes, que são merecedores do seu tempo. Porque de todos os bens que nós temos, o único que é limitado (e ninguém sabe quanto tem), o único que não pode ser recuperado é o nosso tempo. É nosso bem mais precioso. Investir esse bem para brincar com seu filho é dar-lhe a dimensão do seu amor por ele.

A infância passa rápido. Participe, esteja presente, viva esses momentos com seu filho, seja testemunha de suas descobertas, de suas invenções, de suas “artes”. Construa com eles memórias, histórias, experiências… De todas as coisas que um pai e uma mãe podem dar para um filho, esses momentos de brincadeira são os mais importantes, pois são a base sobre a qual tudo o mais será construído ao longo do tempo.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply